Arnica os benefícios e cuidados com o uso!

AvatarPor:
Categoria : Produtos | 13/02/2019 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email

A arnica é bem conhecida na medicina popular, fitoterápica e na homeopática, mas é justamente o fato de ser tão “conhecida” (e ao mesmo tempo DESCONHECIDA) que torna seu uso um risco!

Ela é um dos fitoterápicos mais antigos, sendo sua indicação passada de geração em geração, mas você sabe quais são realmente seus benefícios para a saúde e quais os riscos de utiliza-la de forma errada? É para isso que preparamos este artigo!

São dois tipos de ‘arnicas’:

Sim! Existem 2 plantas com o mesmo ‘nome popular’, que apesar de serem de famílias diferentes apresentam características bem parecidas: a arnica montana (arnica importada) e a solidago microglossa (arnica nacional).

Benefícios/usos

Arnica Importada (arnica montana): possui propriedade anti-inflamatória, analgésica, cicatrizante, antisséptica, antimicrobiana e fungicida, sendo indicada para tratamento de traumatismos, torções, entorces, hematomas e artrites. Pode ser utilizada em áreas como micoses e frieiras com indicação/supervisão médica.

Arnica Nacional (solidago microglossa): possui propriedade adstringente, cicatrizante, curativa de feridas e chagas, pode ser utilizada em conjunto com a argila para potencializar o efeito adstringente e cicatrizante em peles oleosas e com acne. E assim como a arnica importada também auxilia no tratamento de dores provocadas por contusões e torções e na redução de hematomas.

Como visto as duas possuem propriedades bastante parecidas, sendo a importada mais voltada a contusões e ação anti-inflamatória e a nacional mais adequada ao uso como adstringente e cicatrizante, sendo mais eficiente nos tratamentos estéticos.

Cuidados/Riscos

Ingestão

As duas arnicas (nacional e importadas) apresentam alto grau de toxicidade, isto é, pode levar a intoxicação se utilizada de forma incorreta. É por isso que a arnica NÃO DEVE SER INGERIDA EM HIPÓTESE ALGUMA! O seu chá, se ingerido, pode causar irritações e problemas estomacais.

Seu uso na homeopatia só é permitido devido a suas doses infinitesimais e apenas com acompanhamento médico!

Uso tópico

As duas arnicas também podem provocar reações alérgicas, nestes casos é preciso suspender imediatamente o seu uso. Fique atento à concentração da diluição no caso do uso da erva, utilize aproximadamente 1 colher de sopa (10g) para cada 250ml de água quente (deixe descansar por 10 minutos, coe e aplique em compressas)

A infusão/chá da arnica importada, em especial, não deve ser aplicada em feridas abertas, apenas em escoriações/arranhões e frieiras/micoses.

A infusão/chá de arnica nacional já possui um maior efeito cicatrizante, mas aplique em pequenas quantidades a fim de evitar reações alérgicas na área já machucada.

A arnica não pode ser utilizada por gestantes/lactantes ou pessoas com doenças hepáticas. O seu uso na homeopatia deve ser acompanhado por um médico especialista.

Escolha o produto certo para você!

É justamente pensando num uso seguro que existem diversos produtos industrializados que utilizam a arnica montana em sua composição: são sabonetes, óleos, géis, cremes, shampoos, etc.
Estes produtos, por apresentarem outros componentes, podem ser utilizados sobre pequenos ferimentos (como o sabonete, gel, cremes) com riscos muito reduzido!

Aproveite todos os benefícios da Arnica escolhendo o produto e uso ideal para você!

• Dores musculares, artrite, torções e contusões: óleo de arnica, gel de arnica, gel de camomila (com arnica), óleo de massagem (com arnica), compressas de arnica importada, compressas de arnica nacional
• Pele oleosa: máscara de argila verde com chá de arnica, sabonete de arnica
• Cabelo oleosos/queda: shampoo de calêndula com arnica, máscara de argila amarela com chá de arnica
• Hematomas: gel de arnica, óleo de arnica, compressa de arnica

Você encontra a arnica nacional e importada e os produtos da linha Derma Clean em nossa loja virtual ou nossas lojas físicas em Londrina.

Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *