Batata Doce: O Carboidrato Do Bem

Por:
Categoria : Alimentos Funcionais, Produtos | 12/05/2015 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email

Pode parecer mentira, mas um dos nutrientes mais essenciais para garantir a prática de atividades físicas de forma completamente saudável é o carboidrato. Sim, aquele carboidrato que todo mundo diz que engorda e que tem que ser evitado a qualquer custo. O carboidrato no nosso organismo é a maior fonte de energia e sem energia nosso corpo não funciona. Por isso, a única precaução para ingerir o carboidrato tão necessário é a qualidade dele.

Um carboidrato de boa qualidade é aquele de baixo índice glicêmico. Isso significa que, quando ingerido, a energia que o nosso corpo retira desse tipo de carboidrato é consumida de forma lenta e contínua, ou seja, não causa os terríveis picos glicêmicos.
A ingestão de um carboidrato de boa qualidade evita o risco de hipoglicemia e a fadiga durante a prática de atividades físicas e o melhor de tudo é que estimula a oxidação lipídica, sim, isso quer dizer que pode ajudar na queima das temidas gordurinhas.

Um ótimo exemplo de carboidrato de boa qualidade é a batata doce. Segundo algumas tabelas sobre o índice glicêmico de alimentos, a batata doce pode apresentar um índice de 45.

Além de ser um carboidrato muito bom, esse tubérculo, originário da América Central, ainda contém a maior quantidade de aminoácidos essenciais (proteínas) de valor nutritivo aceitável, quando comparado a outros vegetais. Ainda é rico em vitamina A e C e minerais como potássio, cálcio e ferro. Ah, a espécie roxa ainda tem antocianinas que são poderosos antioxidantes.

A melhor notícia é que agora ficou MUITO mais fácil consumir a batata doce. Você não precisa mais gastar tempo cozinhando, descascando e usando em inúmeras receitas que dão trabalho. A Unilife e a Relva Verde disponibilizam mais esse presente para a sua saúde! Batata Doce Roxa Concentrada em pó. Pode ser utilizada como pré-treino ou conforme orientação de nutricionista ou médico.

Aproveite os nossos preços imperdíveis. Acesse já a nossa loja virtual e se dê mais esse presente que vai garantir mais saúde e maior facilidade para eliminar os quilinhos a mais.

Referências:
ATKINSON, F. S.; FOSTER-FOWELL, K.; BRAND-MILLER, J. C. International tables of glycemic index and glycemic load values: 2008. Diabetes Care, v. 31, n. 12, p. 2281-2283, 2008. Disponível em: < http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2584181>. Acessadoem: 03 maio 2015.

CHEN, Y. J.; WONG, S. H.; WONG, C. K.; LAM, C. H.; HUANG, Y. J. Effect of preexercise meals with different glycemic indices and loads on metabolic responses and endurance running. Int. J. Sport Nutr.Exerc.Metab., v. 18, n. 3, p. 281-300, 2008.

LUIS, G.; RUBO, C.; GUITIERREZ, A. J. GONZÁLES-WELLER, D.; REVERT, C.; HARDISSON, A. Evaluation of metals in several varieties of sweet potatoes (Ipomoea batatas L.): comparative study. Environ. Moint.Asses., v. 186, p. 433-440, 2014.

MCARDLE, W. D.; KATCH, F.; KAYCH, V. L.Fisiologia do exercício: energia, nutrição e desempenho humano. 5ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogen, 2003.

MU, M. Z. T-H., SUN, M.-J. Sweet potato protein hudrolysates: antioxidant activity and protective effects on oxidative DNA damage. InternationalJournalofFoodand Technology, v. 47, p. 2304-2310, 2012.

Leia Também

Qual a Melhor Atividade Física Para a Sua Saúde? #5 A ingestão de proteína como suplemento para dietas balanceadas por praticantes de atividade física é essencial para garantir um bom rendimento e uma construção muscular correta. A ingest&...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *