As Tabelas Nutricionais Podem Ser Cheias de Grandes Pegadinhas

Por:
Categoria : Saúde | 22/10/2013 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email
As Tabelas Nutricionais Podem Ser Cheias de Grandes Pegadinhas

Os principais itens de uma tabela nutricional são: valor energético, carboidratos, proteínas, gorduras, fibras e sódio, mas você sabe o que significa tudo isso e qual é a influência que eles vão trazer pra sua saúde?

É nesse exato ponto que começam as reais pegadinhas. Você conseguiria dizer em qual desses itens está incluso o açúcar? E o sal, você sabe?
Você pode até pensar: se não tem açúcar na tabela nutricional, está tudo certo! “Rá, pegadinha do malandro”!

O açúcar nada mais é que um carboidrato. Um carboidrato é o composto mais abundante na nossa alimentação, é o responsável por nos dar a energia necessária para que possamos fazer todas as nossas atividades diárias. Alguns carboidratos ainda agem como lubrificantes para as articulações esqueléticas.

Além do açúcar, também são carboidratos as farinhas e os amidos. Apesar dos carboidratos serem os maiores responsáveis pelas calorias, eles também são essenciais para a nossa saúde e não é recomendado dietas em que não se consuma esse componente.

A dica é: consuma carboidratos complexos ou de absorção lenta, eles dão mais saciedade por mais tempo e não produzem um aumento súbito da taxa de glicose. Arroz, pão, batata (principalmente a doce), entre outros. Esses alimentos com carboidratos complexos ainda podem trazer benefícios a sua saúde quando consumidos em sua forma integral e a batata doce é ótima para quem está fazendo dieta de redução de peso.

O sódio é basicamente o nosso sal de cozinha, mas nessa porcentagem não está só o sal, estão também minerais. Então, nem toda aquela porcentagem de sódio da tabela nutricional é sal, porém o sódio quando consumido em excesso, seja de qualquer componente que ele tenha vindo, pode trazer muitos prejuízos à saúde, como a retenção excessiva de água e aumento da pressão arterial.

Algumas tabelas nutricionais já trazem as gorduras separadas, ou seja, descrita as quantidades de gorduras saturadas, insaturadas e trans que o alimento contém. É muito importante ficar de olho nesse item. Nem todas as gorduras prejudicam a nossa saúde. As insaturadas, por exemplo, trazem inclusive benefícios. O ômega 3, 6 e 9 são exemplos de gorduras insaturadas e todas elas são muito importantes para o nosso organismo.

As gorduras trans é que são realmente as prejudiciais à saúde.

Já as fibras e as proteínas não tem muito segredo, são como o nome já diz mesmo. As fibras são essenciais para o bom funcionamento de todo o trato digestivo, já que a sua maioria não é digerida e passa inteira pelo nosso organismo, agindo como uma “buchinha” que ajuda muito na hora da limpeza. As proteínas também são muito importantes para toda a parte estrutural do nosso corpo, desde ossos, articulações, até pele, unha e cabelo, mas seu excesso pode prejudicar o fígado.

Agora você já sabe muito bem como se defender das pegadinhas dos rótulos de alimentos. Fique sempre atento e lembre-se, comida não é apenas um prazer, também é o melhor remédio que pode existir.

Leia Também

Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – III Nas semanas anteriores vimos as diferenças entre alergia e intolerância, em que a legislação é feita apenas para proteger as pessoas que apresentam essas doenças. Uma das doenças mais graves de alergia é chamada de doença celíaca, que pode ...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – II No artigo anterior falamos um pouco sobre alergias e intolerâncias e começamos a falar das dietas sem glúten. Essa semana vamos nos aprofundar no assunto para você ficar craque e sair ajudando outras pessoas a entender sobre uma das legisla...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – I Essa semana vamos falar de um assunto que está gerando muita polêmica: normas da ANVISA que influenciam diretamente na sua percepção do produto que está adquirindo. Uma delas é em relação ao conteúdo de glúten nos alimentos, mas antes vamo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *