Benefícios e aplicações dos óleos essenciais para sua saúde e bem-estar – Parte 2

Por:
Categoria : Produtos, Saúde | 02/08/2018 | 1 comentário

Print Friendly, PDF & Email

Já fizemos um artigo sobre os benefícios e aplicações de óleos essenciais (clique aqui para ler) que abordava muitos dos óleos utilizados na aromaterapia, em massagens e também cosméticos como o alecrim, copaíba, eucalipto, gerânio, hortelã/menta, laranja, lavanda, lemongrass, limão siciliano, manjerona, sálvia, sândalo, semente de uva e Ylang-Ylang.

Esta segunda parte vem complementar o artigo anterior e traz as funções e benefícios dos óleos de melaleuca, óleo de rosa mosqueta, óleo de amêndoas doces, óleo de calêndula e óleo de argan.

Óleo de Melaleuca

O óleo de melaleuca é extraído da Melaleuca alternifólia e também é conhecido como óleo de “tea tree” (árvore-chá), ela é originária da Austrália e é muito utilizada na medicina aborígene (nativos/índios australianos). Ele possui um amplo espectro antimicrobiano, antifúngico e bactericida, o que o faz ser muito popular no tratamento de doenças como micoses (nas unhas, pés e pele), infecções ginecológicas (candidíase), psoríase, herpes, furúnculos, acne e irritações cutâneas.

Por ser também antisséptico tem sido muito utilizado contra espinhas e como cicatrizante em pequenos ferimentos na pele, como queimaduras e picadas de insetos.

Seu uso tem se tornado popular também entre homens que sofrem com pseudofoliculite (inflamação nos poros após o barbear), seu uso ameniza as irritações e auxilia na cicatrização.

Ele também pode ser utilizado para tratamento de dermatites e no controle de parasitas (pulgas) em cães (consulte seu veterinário).

No caso da aplicação nas unhas pode ser utilizado sem diluição, os demais usos recomenda-se a diluição, veja alguns outros usos:

  • Para uso pós-depilação ou pós-barba: misture 4 a 5 gotas em uma porção de creme ou gel de aloe vera
  • Como desodorante (axila e pés): 5 gotas em 100ml de água (use como spray)
  • Para cuidar das unhas (micose e hidratação): aplicar 2 goras diretamente nas unhas
  • Para tratar e desinfetar cortes e machucados: misturar 5 gotas com 5 gotas de outro óleo essencial (lavanda, girassol ou semente de uva)
  • Uso veterinário: diluir partes iguais de óleo de melaleuca, álcool 96 graus e água destilada, borrifar sobre a dermatite ou sobre todo o animal para o controle de parasitas (faça em ambiente aberto, de preferência fora de casa)

Óleo de Rosa Mosqueta

O óleo de rosa mosqueta é extraído das sementes da Rosa rubiginosa ou Rosa canina, originária da Ásia, mas que se adaptou muito bem ao Chile, que hoje é um dos maiores produtores.

Ele é rico em ácidos graxos e carotenoides por isso possui um alto poder hidratante para a pele e cabelos, principalmente em cabelos ressecados, couro cabeludo com descamação ou psoríase e em partes secas do corpo como cotovelos, joelhos, calcanhares, cutículas, etc.

O óleo de rosa mosqueta também é muito popular no tratamento estético por possuir um grande poder regenerador. Ele promove a renovação celular, por isso é comumente recomendado por cirurgiões por auxiliar a cicatrização e evitar a formação de queloides.

Ele também pode ser utilizado como cicatrizante em piercings e brincos, na prevenção de rugas e tratamento para atenuar manchas e cicatrizes no corpo.

Utilize também como demaquilante, principalmente a noite!

Importante! Não deve ser utilizado por pessoas com pele oleosa ou com acne.

Óleo de Amêndoas Doces

O óleo de amêndoas doces é rico em ácidos graxos similares ao produzido pelas glândulas da pele. Ele possui propriedades nutritivas, emoliente, amaciante e cicatrizante, e por isso além de hidratar ele promove a flexibilidade e elasticidade da pele sendo indicado para áreas ressecadas do corpo como cotovelos, joelhos e pés.

Sua característica também faz dele um aliado na prevenção de rugas e na prevenção e tratamento de estrias.

É muito indicado por médicos para a prevenção de estrias durante a gravidez, já que hidrata, amacia e promove a elasticidade da pele.

Óleo de Calêndula

O óleo de calêndula é extraído de sua flor (Calendula officinalis) e está inclusa como planta medicinal no projeto de fitoterapia que está sendo implantado no Sistema Único de saúde de todo o Brasil.

Dentre as propriedades medicinais da calêndula estão às ações: cicatrizantes, reepitelizadoras, anti-inflamatório, e antissépticas, a planta atua externamente no organismo evitando infecções em ferimentos, escoriações e dermatites, sendo indicada especialmente para dermatites ocasionadas pela radioterapia.

Ela também tem efeito analgésico e tonificante para a pele e cabelos.

O Óleo de Calêndua pode ser usado em casos de inflamações da pele, membrana e mucosa, queimaduras suaves, queimaduras de sol, escaras, avermelhamento de peles sensíveis e delicadas, tratamento de feridas purulentas de difícil cicatrização, na prevenção de assaduras de crianças, abscessos e impetigo. Auxilia na proteção contra radiação UVA-B.

O óleo de Calêndula também é indicado em casos de fissura do mamilo devido a amamentação, não sendo prejudicial ao lactante.

Óleo de Argan

O óleo de Argan é obtido a partir das sementes da Argania spinosa, planta marroquina e é indicado para tratamentos para pele e cabelo. Por ser rico em ácidos graxos, em especial os Ômega 6 e 9, atua como hidratante e emoliente, agindo ainda na regeneração celular.

Seu uso mais comum e conhecido, no entanto, é para os cabelos, já que trada os fios desde o bulbo capilar até o córtex, atuando na sua reestruturação e hidratação. É indicado para cabelos com química e ficou conhecido por ser utilizado na “Escova Marroquina”.

Ele pode ser utilizado antes da escova/chapinha, coloque algumas gotas na mão e espalhe no cabelo ou como finalizador para evitar o frizz.
Também pode ser utilizado sozinho em misturado a outros óleos como o óleo de amêndoas para clicados com a barba.

Referencias:

MONTEIRO, M.H.D.A et al. Óleos essenciais terapêuticos de Melaleuca L. (Myrtaceae). Revista Fitos, Rio de Janeiro, Vol. 8(1): 1-72, Jan-Mar 2013

CALENDULA. Farmacopeia Brasileira. http://www.anvisa.gov.br/hotsite/farmacopeiabrasileira/arquivos/cp_240509/calendula%20_final_.pdf

AMARAL. F. Manual Técnico. Bem estar, saúde e beleza.

CARDOSO,M. G. et al. Óleos Essenciais. Universidade Federal de Lavras.

Leia Também

A Laranja Vermelha (Laranja Moro) e seus benefícios para a saúde Você já ouviu falar na Laranja Moro (citrus sinensis (L.))? Ela também é conhecida como Laranja Vermelha ou Laranja de Sangue e recebe esse nome justamente porque diferente das outras espécies de citrus ela tem gomos avermelhados. A colora...
Lactase: como funciona e quem pode utilizar A lactase é uma enzima produzida em nosso intestino delgado e tem como função hidrolisar (quebrar) a lactose o chamado ‘açúcar do leite’. Vários estudos apontam que após o desmame, algumas populações se tornam mais propensas à redução da pr...
Creatina: saiba se você precisa e quais os benefícios para sua saúde ou atividad... A Creatina é uma substância composta por 3 aminoácidos: arginina, glicina e metionina que é produzida no fígado e no pâncreas e pode ser encontra em carnes vermelhas e peixes, em quantidades bem pequenas por sinal. Ela é responsável por fo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Comentário (1)

  1. postado por Geni Moura em 02/08/2018

    Muito bom saber e conhecer mais de produtos que só podem fazer bem à nossa saúde. Muito obrigada pelos posts. E meus parabéns aos idealizadores!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *