Doenças Inflamatórias nas Articulações e Tratamentos Naturais

Por:
Categoria : Saúde | 17/07/2012 | 3 comentários

Print Friendly, PDF & Email
Doenças Inflamatórias nas Articulações e Tratamentos Naturais

No nosso corpo existem inúmeras estruturas que nós nem sabemos que estão ali até que elas começam a doer. Nesse caso aparecem as artrites, artroses, tendinites e outras inflações que envolvem as articulações.

Quando se pensa em manter uma vida saudável todas as questões são levadas em consideração; coluna, peso, órgãos vitais, músculos, pele, mas as coitadas das articulações são sempre esquecidas até que um dia elas inflamam e te obrigam a cuidar delas.

Ao contrário da rotulação dada às inflamações nas articulações, essa não é uma doença que vem apenas com a idade.

A inflamação é um processo de resposta a alguma agressão causada a determinado órgão ou, no caso, tecido conjuntivo. É considerada uma doença auto-imune em que os anticorpos atacam esse tecido conjuntivo e acabam causando o processo inflamatório que pode ocasionar dores tão fortes que podem impedir que a nossa rotina continue a mesma.

As inflamações podem acontecer em qualquer idade e ter diversas causas que ainda não foram especificadas pelos pesquisadores, mas entre algumas causas prováveis vale destacar: alimentação errada, movimentos repetitivos errados, excesso de peso (sobrecarga), falta de alongamento, atividade física e predisposição genética.

Para qualquer uma dessas causas a resposta para diminuir as dores ou reverter o processo inflamatório tem sido apenas duas: uso de antiinflamatórios e fisioterapia. Aqueles, porem, que conhecem o mundo natural sabem que não é só isso.

A melhor forma de combater uma doença é prevenir que ela aconteça.  É necessária, portanto, uma alimentação correta com grande variedade de alimentos com consumo rotineiro de água, frutas, hortaliças, legumes e cereais integrais. Tendo uma alimentação saudável e balanceada o nosso organismo terá todas as vitaminas, proteínas e sais minerais necessários para evitar o aparecimento das inflamações articulares e ou reduzi-las.

É preciso também controlar a quantidade de sal nos alimentos evitando um maior acumulo de líquido nas articulações (reação comum do processo inflamatório que causa inchaço e dor), controlar o consumo de alimentos ácidos, reduzir a quantidade de carne e consumir alimentos que aumentem a produção de colágeno ou que tenham a função de “lubrificar” as articulações, por exemplo, alimentos ricos em ômega-3 e outros que contenham cálcio.

Dentro da alimentação saudável vale destacar os seguintes produtos que tem essa função:

  • Colágeno: ajuda a evitar e retardar o desgaste exagerado das articulações.
  • Cartilagem de tubarão: melhora a flexibilidade das articulações e diminui as dores além de conter uma proporção adequada de cálcio e fósforo (essenciais para a prevenção e controle da doença).
  • Óleo de peixe: rico em ômega-3.
  • Óleo de linhaça: rico em ômega-3; é considerado um anti-inflamatório natural.
  • Cálcio de ostra: rico em cálcio.

 

Leia Também

Cuidados com a Má Digestão: previna-se com estes produtos naturais O que normalmente chamamos de má digestão ou gastrite é conhecido no meio médico como dispepsia e é um conjunto de sintomas (dor, queimação, azia, empachamento, náuseas, vômit...
Cuidado com o Diabetes! Previna-se com estes produtos naturais Alimentação saudável e equilibrada A melhor forma de se prevenir contra o diabetes tipo 2 é manter uma alimentação saudável e equilibrada! Uma dieta com ingestão con...
Vita Sã, Seu Shake Da Saúde! O Vita Sã é um alimento 100% natural produzido pela Relva Verde, sua fórmula é ótima, com ingredientes nutritivos que só fazem bem à saúde, sem corantes e conservantes. Pens...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Comentário (3)

  1. postado por Monica em 03/02/2013

    muito boa a pagina ,me ajudou muito e tem muita informação útil e simples para nosso dia dia…

  2. postado por Rodolfo Voss em 26/04/2018

    Esqueceram da semente de sucupira que é super eficiente!!!

  3. postado por Ilmo José Rambo em 27/04/2018

    A natureza ao nosso alcance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *