Funcho: Benefícios e Propriedades

Eng.ª de Alimentos Evelyn Marssola CastroPor:
Categoria : Saúde | 03/02/2016 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email

O funcho é uma planta muito tradicional utilizada na culinária e na medicina popular. A planta pode chegar a 2 metros de altura e produz flores amarelas, apesar de ser possível aproveitar todas as partes da planta, o mais utilizado são seus frutos que são sementes secas e delas é possível retirar o óleo, preparar extratos alcoólicos e até mesmo fazer chás por infusão.

As sementes são ricas em compostos farmacológicos como o anetol e o estragol, outros componentes como a cânfora, flavonoides, vitamina C, ômega 3 e 9, além dos minerais potássio, cálcio, magnésio, ferro, fósforo e zinco.

O seu uso na medicina popular e sua rica composição chamaram a atenção de estudiosos de todo o mundo e através de inúmeras pesquisas científicas foi comprovado que o funcho traz muitos benefícios à saúde humana.

Benefícios do Funcho

  • Normalização do funcionamento do sistema respiratório desobstruindo as vias respiratórias, diminuindo a tosse e até amenizando crises de bronquite e asma, além de diminuir os riscos de câncer no pulmão;
  • Melhora do sistema digestório e excretor eliminando dores abdominais, flatulência, auxiliando na melhora de úlceras, pedras nos rins e tem efeito hepatoprotetor (evita danos por toxinas);
  • É antibacteriano, inibindo a ação de bactérias veiculadas pela comida que causam a toxinfecção cujos sintomas são diarreia e vômito;
  • Tem ação antioxidante e é um bom anti-inflamatório com ação analgésica e auxiliando, também, a diminuir reações alérgicas.
  • É diurético e pode reduzir a pressão arterial evitando problemas cardiovasculares;
  • É estrogênico, promovendo a menstruação, aliviando os sintomas da menopausa e aumentando o desejo sexual, além disso, também é galactogênico, aumentando a produção de leite materno;
  • É inseticida e acaricida, podendo ser usado como repelente e para eliminar ácaros;
  • É antifúngico, auxiliando no tratamento da candidíase e de micoses.

Sugestões para o consumo:
Para o preparo de chás utilizar 1 colher de sopa para cada xícara de água, consumir até no máximo 0,5mL da solução em óleo.

O consumo do funcho só não é recomendado para grávidas, uma vez que estimula a menstruação e para pessoas que estejam tomando os seguintes medicamentos: finasterida (calvice), sinvastatina (colesterol), verapamil (coração) e ciprofloxacina (antibiótico), por atrapalhar a absorção completa dos mesmos.

 

Referências

HE, W.; HUANG, B. A review of chemistry and bioactivities of a medicinal spice: Foeniculum vulgare. Journal of Medicinal Plants Research, v.5, n. 16, p. 3595-3600, 2011.
Índice terapêutico fitoterápico: ITF. 1. ed. Rio de Janeiro: EPUB, 2008.
OZBEK, H. et al. Hepatoprotective effect of Foeniculum vulgare oil: a carbon-tetrachloride induced liver fribosis model in rats. Scan. J. Lab. Anim. Sci., v.31, n. 1, p. 9-17, 2004.
TOGNOLINI, M.; et al. Protective effect of Foeniculum vulgare essential oil and anethole in an experiment model of thrombosis. Pharmacological Research, v. 56, p. 254-260, 2007.
KOOTI, W.; et al. Therapeutic and pharmacological potential of Foeniculum vulgare Mill: a review. Journal of HerbMed Pharmacology, v. 4, n. 1, p. 1-9, 2015

Leia Também

Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – III Nas semanas anteriores vimos as diferenças entre alergia e intolerância, em que a legislação é feita apenas para proteger as pessoas que apresentam essas doenças. Uma das doenças mais graves de alergia é chamada de doença celíaca, que pode ...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – II No artigo anterior falamos um pouco sobre alergias e intolerâncias e começamos a falar das dietas sem glúten. Essa semana vamos nos aprofundar no assunto para você ficar craque e sair ajudando outras pessoas a entender sobre uma das legisla...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – I Essa semana vamos falar de um assunto que está gerando muita polêmica: normas da ANVISA que influenciam diretamente na sua percepção do produto que está adquirindo. Uma delas é em relação ao conteúdo de glúten nos alimentos, mas antes vamo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *