O poder dos Chás

Por:
Categoria : Produtos, Saúde | 20/09/2011 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email
O poder dos Chás

A cultura de tomar chás é muito antiga e conceituada. Apesar de ser reconhecida como uma atividade comum aos asiáticos, todo mundo conhece algum chá que pode aliviar alguma dor, melhorar a digestão, acelerar o metabolismo para o emagrecimento e até mesmo para melhorar problemas de vias respiratórios.

Dentre as diversas lendas sobre a origem do chá, a mais comum foi feita pelo puro acaso quando um imperador chinês fervia água em baixo de uma árvore e uma folha caiu na água dando um novo sabor delicioso.

Assim surgiu a infusão de ervas, tornando-se uma das atividades culturais de extrema importância em diversos países como China, Japão e Inglaterra. Os chás podem ser feitos em água ou ainda adicionados de leite como é comum na Inglaterra.

Existem inúmeros tipos de ervas que podem ser feitas em chás e cada uma possui uma propriedade que traz benefícios à saúde. As mais comuns são:

  • Chá Verde, Bancha, Chá preto ou Chá branco – provenientes da mesma erva Camellia sinensis, tem a função de acelerar o metabolismo, melhorar a digestão e ainda desintoxicar o organismo evitando o envelhecimento precoce.
  • Chá de erva cidreira, Melissa ou Citronela – proveniente da erva Melissa officinalis, tem a função de acalmar, aliviar problemas gástricos e ainda é um ótimo anti-inflamatório.
  • Chá de camomila – proveniente da erva Matriarca Chamomilla, tem função de aliviar dores intestinais, estomacais e tem efeito calmante, ajudando no tratamento da tensão nervosa.
  • Chá de boldo – proveniente da erva Plectrantus barbatus tem a função de acalmar, melhorar problemas respiratórios, melhorar a ação intestinal além de ser ótimo para aliviar dores hepáticas (do fígado).
  • Chá de carqueja – proveniente da erva Baccharis trimera tem a função de melhorar a digestão, ser diurético e eliminar toxinas presentes no sangue e na urina, por isso é um excelente auxiliar no emagrecimento.
  • Chá de hibisco – proveniente das flores e botões da Hibiscus sabdariffa tem a função combater a retenção de liquido, melhorar a digestão e eliminar gorduras, também é um excelente chá para o emagrecimento.
  • Chá de ginseng – proveniente da erva Pannax quinquefolium atua diretamente no sistema nervoso central dando energia, revitalização física e mental e evitando sintomas de estresse e depressão.

Uma ótima noticia é que os chás sem adição de açúcar não possuem nenhuma caloria, assim o risco de adquirir uns quilinhos a mais está descartado. Faça experiências de misturas às ervas com suco de limão e deixe na geladeira por alguns minutos. Fica delicioso e refrescante!

A melhor forma de preparar um chá é por meio da infusão das folhas em água quente por 10 à 15 minutos, normalmente uma colher de café da erva em 300ml já é suficiente para obter bons resultados.

Lembre-se, as ervas apenas trazem benefícios auxiliares à saúde, não são comprovadamente capazes de curar algum problema de saúde, por isso consulte sempre um médico.

Nas lojas Relva Verde Produtos Naturais em Londrina e na loja virtual, você pode encontrar essas ervas e muitas outras em diversas formas: em folha, pó, concentrado em líquido, instantâneo, cápsulas e outros.

Saiba mais sobre o chá verde.

Leia Também

Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – III Nas semanas anteriores vimos as diferenças entre alergia e intolerância, em que a legislação é feita apenas para proteger as pessoas que apresentam essas doenças. Uma das doenças mais graves de alergia é chamada de doença celíaca, que pode ...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – II No artigo anterior falamos um pouco sobre alergias e intolerâncias e começamos a falar das dietas sem glúten. Essa semana vamos nos aprofundar no assunto para você ficar craque e sair ajudando outras pessoas a entender sobre uma das legisla...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – I Essa semana vamos falar de um assunto que está gerando muita polêmica: normas da ANVISA que influenciam diretamente na sua percepção do produto que está adquirindo. Uma delas é em relação ao conteúdo de glúten nos alimentos, mas antes vamo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *