Qual a Melhor Atividade Física para a Sua Saúde? #1

Por:
Categoria : Dietas, Saúde | 16/07/2014 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email
Qual a Melhor Atividade Física para a Sua Saúde? #1

Hoje em dia não é nenhuma novidade o quanto é importante para a nossa saúde colocar o corpo pra funcionar direitinho. Para isso é essencial praticar atividades físicas, mas quais são os reais benefícios e os tipos de atividades mais adequadas para cada pessoa?

Existem inúmeros tipos de atividades física. São tantas opções que fica muito difícil escolher. Por isso vamos te ajudar dando dicas e informações sobre os benefícios de cada tipo de atividade.

Pra começar, você precisa saber que os exercícios físicos se dividem em dois grandes grupos: os aeróbicos, que aumentam a frequência cardíaca e consome oxigênio na geração da energia muscular (caminhada/corrida, natação, ciclismo) e os de resistência, que estimulam o fortalecimento dos músculos (levantamento de peso, treinamento com elásticos e com o próprio peso corporal).

O primeiro ponto com que você deve se preocupar é o motivo pelo qual quer/precisa praticar exercícios físicos. Para pessoas que tem diabetes, colesterol, depressão, problemas de coluna e outros problemas de articulações ou posturais a atividade física é ESSENCIAL, mas cada problema de saúde tem um tipo correto de atividade física:

• Diabetes: para esses casos sempre se deve praticar atividades de intensidade moderada e de longa duração, três vezes por semana. É essencial realizar alongamentos e nunca praticar a atividade em jejum. O melhor tipo de atividade é a aeróbica, ou seja, caminhada/corrida, natação, ciclismo, entre outros, mas os exercícios que estimulam os músculos não devem ser deixados de lado (pelo menos 30 minutos 2 vezes por semana).

  • Colesterol: para pessoas com colesterol alto o melhor tipo de exercício é o aeróbico e devem ser feitos numa intensidade específica para cada pessoa e de forma progressiva, ou seja, ir aumentando conforme você for se acostumando com ela. Apenas 30 minutos todos os dias já são suficientes mesmo com exercícios leves como uma simples caminhada.
  • Depressão e outros distúrbios do humor: qualquer atividade física já tem um efeito significativo nesses casos, mas procure sempre fazer uma atividade que você realmente goste e não que se sinta obrigado a fazer. Vale tudo: dança, natação, corrida, musculação, esportes. Atividades praticadas ao ar livre podem ajudar ainda mais.
  • Problemas de coluna, posturais e nas articulações: para esse caso é indispensável o alongamento. Esse deve ser prioridade na hora de praticar atividades físicas, mas é claro que só o alongamento não resolve, é preciso fortalecer toda a musculatura com atividades de resistência. Uma atividade excelente para esses casos que combinam o fortalecimento muscular com o alongamento é o pilates. Não se esqueça, cada tipo de problema diferente deve ser informado ao profissional que irá te indicar quais os movimentos que podem e devem ser feitos para cada caso.

Toda atividade física tem ação direta no processo de perda de peso que, em muitos casos, é essencial para manter a saúde em dia.

ATENÇÃO: Praticar exercícios físicos apenas com o objetivo estético pode ser perigoso quando passa a se tornar excessivo, sem orientação médica e principalmente quando é acompanhado do uso de estimulantes e suplementos que podem prejudicar MUITO a sua saúde.

Leia Também

Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – III Nas semanas anteriores vimos as diferenças entre alergia e intolerância, em que a legislação é feita apenas para proteger as pessoas que apresentam essas doenças. Uma das doenças mais graves de alergia é chamada de doença celíaca, que pode ...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – II No artigo anterior falamos um pouco sobre alergias e intolerâncias e começamos a falar das dietas sem glúten. Essa semana vamos nos aprofundar no assunto para você ficar craque e sair ajudando outras pessoas a entender sobre uma das legisla...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – I Essa semana vamos falar de um assunto que está gerando muita polêmica: normas da ANVISA que influenciam diretamente na sua percepção do produto que está adquirindo. Uma delas é em relação ao conteúdo de glúten nos alimentos, mas antes vamo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *