Segurança Alimentar Também É Saúde #2

Por:
Categoria : Saúde | 05/06/2013 | Seja o 1º a comentar!

Print Friendly, PDF & Email
Segurança Alimentar Também É Saúde #2

Como visto no artigo #1, a segurança alimentar é indispensável para garantir mais saúde para você e seus familiares. Com atitudes simples e práticas é possível evitar diversas doenças incômodas e até mesmo letais que podem ser ocasionadas pela ingestão de alimentos preparados sem as precauções corretas.

Além disso, o termo “segurança alimentar” também significa garantir a disponibilidade e acesso a alimentos de qualidade cotidianamente. Esse conceito foi criado primeiramente durante a 1ª Guerra Mundial, tempo em que garantir a disponibilidade de alimentos também era uma questão muito importante para se ganhar a guerra.
A partir desse momento o uso de agrotóxicos passou a ser liberado e incentivado na agricultura como uma forma de garantir a qualidade dos alimentos e principalmente reduzir os desperdícios.

Hoje, o Brasil é o maior produtor de agrotóxicos em todo o mundo. Apesar de essa atitude garantir a disponibilidade de alimentos e reduzir os desperdícios, os agrotóxicos podem ser altamente prejudiciais a nossa saúde. Dessa forma muitos locais passaram a comercializar produtos chamados orgânicos, ou seja, sem o uso de nenhum tipo de agrotóxicos ou químicas que possam interferir nos valores nutritivos dos alimentos e principalmente que não causam nenhum dano a nossa saúde.
Dessa forma os produtos orgânicos passam a ter um custo muito mais alto, pela dificuldade de cultivar alimentos com qualidade sem o auxílio de agrotóxicos e ainda os prejuízos causados pelas perdas durante o cultivo.

Usar alimentos orgânicos é uma atividade muito saudável e recomendada, além de não conter compostos tóxicos, ainda possui concentração de nutrientes maiores que os produtos normais e o sabor muito mais intenso. Porém, necessita de atenção redobrada quanto aos procedimentos de limpeza das hortaliças e vegetais, como foi explicado no artigo anterior, pois é mais fácil ocorrer alguma contaminação em alimentos orgânicos através de fertilizantes e presença de insetos.

Outra forma de garantir a disponibilidade de alimentos e redução de desperdícios é o uso de sementes transgênicas que melhoram a genética dos cereais, frutos e hortaliças para serem mais resistentes à ação do tempo e evitar as danificações feitas por insetos. Até o momento nenhum estudo conseguiu provar que o consumo de alimentos transgênicos possa trazer algum prejuízo a saúde humana.

Não só os agrotóxicos são compostos que ameaça a segurança alimentar e consecutivamente nossa saúde, questões ambientais também são importantes. A contaminação da água de irrigação das plantações (lençóis freáticos) e do solo também pode contaminar quimicamente o alimento. Por isso é muito importante o controle da poluição de rios e solo (aterro sanitário) com produtos de limpeza, resíduos industriais, baterias e aparelhos eletrônicos.

Todas essas questões envolvendo os dois sentidos de segurança alimentar atualmente são fiscalizadas, controladas e regulamentadas por diversas organizações governamentais. O maior objetivo dessas organizações, nesse momento, é a criação de novas tecnologias limpas e a implantação do rastreamento de cada lote de alimento recém colhido até o produto final que chega à mesa dos brasileiros.

Fique sempre atento a todos os alimentos que você consome e cuide sempre da higiene dos alimentos. Nas sábias palavras de Hipócrates: “faça do alimento sua medicina, e da medicina seu alimento”.

Leia Também

Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – III Nas semanas anteriores vimos as diferenças entre alergia e intolerância, em que a legislação é feita apenas para proteger as pessoas que apresentam essas doenças. Uma das doenças mais graves de alergia é chamada de doença celíaca, que pode ...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – II No artigo anterior falamos um pouco sobre alergias e intolerâncias e começamos a falar das dietas sem glúten. Essa semana vamos nos aprofundar no assunto para você ficar craque e sair ajudando outras pessoas a entender sobre uma das legisla...
Normas da ANVISA para alimentos alergênicos – I Essa semana vamos falar de um assunto que está gerando muita polêmica: normas da ANVISA que influenciam diretamente na sua percepção do produto que está adquirindo. Uma delas é em relação ao conteúdo de glúten nos alimentos, mas antes vamo...
Gostou? Então compartilhe este artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *