Uso medicinal da geoterapia (argilas): no que você pode acreditar

AvatarPor:
Categoria : Saúde | 28/03/2019 | Seja o 1º a comentar!

A argila e a dolomita, devido à sua composição geológica e química, possui partículas microscópicas que tem um elevado poder de absorção de toxinas e calor.

Já conhecemos bem os efeitos dos diversos tipos de argila para os cuidados com a pele: redução da oleosidade, diminuição de manchas, sua ação cicatrizante e tonificante, entre outras.

O que nem todo mundo sabe é que ela também possui propriedades medicinais que fazem bem a nossa saúde.

Atualmente ela é alvo de pesquisas no meio científico (voltado à saúde) e já integra os manuais de medicina alternativa, utilizados inclusive na rede pública de saúde. Esses estudos colocam a geoterapia ao lado da fitoterapia como métodos auxiliares no tratamento de diversas doenças.

As principais indicações medicinais da geoterapia (uso de argilas e dolomitas) vão de encontro a inflamações, contusões e dores (musculares e articulares).

O que já se sabe sobre o uso da argila contra dores?

Processos inflamatórios causam a elevação da temperatura corporal, provocando dores e incômodos, a argila tem o poder de absorver o calor da região promovendo o alivio imediato e melhorando as condições térmicas para que nossas células possam combater o agente causador da dor.

Esta mesma propriedade da argila a coloca como um poderoso aliado em casos de queimaduras. Em casos de queimaduras de sol (de 1º grau – vermelhidão e ardência) ou pequenos acidentes caseiros como encostar em algo quente na cozinha, a aplicação de uma compressa de argila (branca ou verde) com água fria por cerca de 15 minutos ajuda aliviar o incômodo e previne que a queimadura chegue a camadas mais profundas da pele.

Não é indicado o uso de argila (nem nenhum outro tratamento caseiro) se a queimadura for de 2º ou 3º grau, ou seja, tiver formado bolhas de forma imediata ou alcançado partes mais profundas da pele/músculo.

O uso conjunto de argila/dolomita com fitoterápicos também é eficiente. Estudos realizados em São Paulo apontam que o uso de cataplasmas (curativos feitos com pastas e gazes) de dolomita com chá de unha de gato atua como auxiliar no tratamento contra dores em pacientes com osteoartrite nos joelhos que realizavam fisioterapia.

A argila vem sendo estudada no tratamento de dores musculares, entorses, reumatismo e artrite/artrose.

Há também muitos relatos do uso da argila na medicina popular e medicina tradicional oriental focado em problemas gastrointestinais. Nestes casos o uso das compressas deve ser feito com atenção, aplicando sobre a região abdominal 2 horas antes ou após as refeições.

Quer saber mais sobre a geoterapia? Veja este outro artigo também!

Como utilizar a argila e dolomita para aliviar as dores em casa?

Para alívio de dores e tratamento auxiliar em inflamações faça compressas ou cataplasmas de argila (ou dolomita).

Coloque uma camada de gaze na área afetada/dolorida e aplique uma pasta de argila (em especial verde, vermelha ou branca) ou dolomita diluída com água filtrada fria sobre a gaze.

Deixe de 45 minutos a 1 hora. É importante lembrar que ela não deve secar completamente sobre a pele, por isso a pasta de argila precisa ficar mais líquida, como um mingau grosso (fique tranquilo pois a gaze irá segurá-la no lugar), se desejar pode inclusive colocar um filme plástico sobre o cataplasma para reduzir a evaporação.

Se for preciso retire com o auxílio de água para não causar atrito. Limpe a área com algodão e água e, se tiver a pele seca, passe um hidratante após o uso. Não reutilize a argila!

Como escolher a argila correta contra dores?

Argila branca: contra inflamações. Ação cicatrizante.
Argila cinza: contra inchaços e edemas.
Argila amarela: contra inflamações. Ativa a circulação sanguínea.
Argila verde: contra inflamações e edemas. Ação analgésica.
Argila vermelha: contra inflamações.
Dolomita: contra inflamações.

Contraindicação do uso de argilas

  • Não aplicar em ferimentos abertos/úlceras
  • Não aplicar em ferimentos profundos (que ultrapassem a camada de pele)
  • Não aplicar sobre pontos/suturas
  • Não aplicar em queimaduras de 2º e 3º grau
  • Não aplicar se estiver menstruada
  • Não aplicar no abdômen se usar marcapasso
  • Não aplicar com água fria no abdômen
  • Não aplicar no abdômen próximo das refeições (2 horas antes ou depois)

Agora que você já sabe como usar, qual cor escolher e quais as contraindicações, aproveite todos os benefícios da geoterapia para sua saúde e bem-estar!

Você encontra argilas e dolomita em nossas lojas físicas e também em nossa loja virtual.

Referencias:
GOUVEIA, G. D. A. Argiloterapia ou Geoterapia: um tratamento complementar para dor. UFSC.
ARTHUR, K. et al. Efeitos da geoterapia e fitoterapia associadas à cinesioterapia na osteoartrite de joelho: estudo randomizado duplo cego. Revista Acta Fisiátrica. 2012;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *